terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Rosa De HiroXima (Composição: Vinícius de Moraes)



Pensem nas crianças mudas, telapáticas
Pensem nas meninas cegas, inexatas
Pensem nas mulheres rotas, alteradas
Pensem nas feridas como rosas cálidas
Mas so não se esqueça da rosa, da rosa
Da rosa de Hiroxima, rosa hereditária
A rosa radioativa estúpida e inválida
A rosa com cirrose a anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume sem rosa, sem nada


Obs;O nome da cidade de Hiroshima não tem o x,mas o poema tem, porque meio que "simboliza"um alvo.

Fonte
www.terra.com.br

Um comentário:

AtReViDo disse...

A Rosa de Hiroxima é um poema muito bonito e introspectivo. Sucesso.