segunda-feira, 11 de março de 2013

Stonehenge não foi construído como um calendário ou observatório

O monumento mais famoso do mundo pré-histórico pode ter começado a vida mais cedo do que se pensava,e como um cemitério gigante, é o que aponta uma nova pesquisa .
Arqueólogos revelou que mais de 50.000 fragmentos de ossos humanos cremados, de 63 indivíduos enterrados em Stonehenge foram encontrados em "escavações".
O estudo também descobriu que Stonehenge foi construído e era o 'Glastonbury de seu tempo ", com pessoas vindas de toda a Grã-Bretanha reunindo aos milhares para celebrar o solstício de inverno.
Especialistas sugerem que as pessoas se reuniram no local a cada ano para construir o monumento e comemorar com grandes festas comunais.
Os resultados derrubar a crença de que Stonehenge foi construído como um calendário astronômico ou observatório, professor Mike Parker Pearson, do University College London, disse.
"No círculo a pedra mais antiga no local data de 2500 AC a 3000 aC".
Prof Pearson agora acredita que os primeiros enterros são muito anteriores ao monumento em sua forma atual.

Pensava-se que quase todos os enterros no Stonehenge,escavado há quase um século, mas descartado como sem importância, eram de homens adultos.
No entanto, novas técnicas revelaram pela primeira vez que eles incluem número quase igual de homens e mulheres, e crianças, incluindo um bebê recém-nascido.
Uma cabeça de maça, um objeto de status elevado comparável a um cetro e uma pequena tigela queimado de um lado, que o professor Pearson acredita que pode ter mantido incenso, sugerem os mortos poderiam ter sido os líderes religiosos e políticos .
Os resultados sugerem o ato de monumentos de construção foi fundamental para aqueles que construíram o sitio, unindo pessoas de toda a ilha da Grã-Bretanha. Essa pesquisa vem depois de uma década de pesquisa que incluiu escavações, trabalho de laboratório e da análise de 63 antigos restos mortais humanos.
A descoberta mais surpreendente foi a escala do assentamento em paredes próximas, que Durrington, Prof Parker Pearson descreveu como a maior assentamento neolítico em todo o norte da Europa ", que teria tido cerca de 1.000 casas. Isso levou a equipe, cujos resultados estão sendo revelados em um documentário ,concluir que 4.000 pessoas se reuniram no local - um número enorme dado que a população da Grã-Bretanha está estimada para ter sido apenas dezenas de milhares na época.
Ao testar o gado e os dentes de porcos encontrados entre 80.000 ossos de animais em Durrington Walls, Prof Parker Pearson e sua equipe descobriram que as pessoas viajaram com seus animais de tão longe como as Highlands escocesas para Stonehenge.
Eles também estabeleceram que houve um pico em matar os animais em torno de nove meses depois de nascimentos, o que aponta para o solstício de inverno sendo um momento de festa em massa.
Uma parte menor no abate dos animais ocorreu por volta do solstício de verão, mostrando que às pessoas também comemorava-o.
Prof Parker Pearson disse que ele acreditava que as pessoas se reuniram ao redor do país para uma explosão de atividade para trabalhar na construção do Stonehenge em torno dos solstícios, especialmente no inverno, e depois novamente dispersava.
Evidência de reparos anuais e a escavação de poços para reboco das casas(reparos por anos seguidos) sugere que, foram feitas mais de 10 vezes.
Stonehenge foi construído ao longo de um período muito curto de tempo, provavelmente apenas uma década.
Prof Parker Pearson disse: "O que nós descobrimos é que é no prédio a coisa que é importante. Eles não estão vindo só para adorar, eles estão vindo também para construí-lo.
Ele acrescentou: "É algo como um Festival e um esquema de construção da auto-estrada, ao mesmo tempo. Não é só diversão, há trabalho também. "
O trabalho da equipe década confirmou que havia dois Stonehenges, com a estrutura de um primeiro grande circular construído em torno de 500 anos antes de que sabemos como o local, que era um cemitério de alta classe das famílias.
Como resultado da análise os científica concluíram que, o segundo Stonehenge foi construído um pouco mais cedo do que se pensava, 4.500 anos atrás, em vez de 4.300 anos atrás.
Isso dá uma pista para a queda de Stonehenge, pois significa que foi construído antes da chegada do "povo Beaker", que chegaram na Grã-Bretanha do continente em torno de 4.300 anos atrás.
As pessoas "trouxe" o metal, a roda e uma cultura menos de política centralizado à Grã-Bretanha, trazendo um fim para o edifício monumental das massa(antigos bretões).
Prof Parker Pearson disse que sua pesquisa iria se concentrar em olhar para as fontes das pedras utilizadas em Stonehenge, explorando tanto o local como a área a oeste do País de Gales de onde as pedra foi trazidas.

Desculpe-me pelas enormes falhas e adaptação na tradução do texto,tem umas lacunas mensuráveis.

Fonte
Daily Mail

Um comentário:

Nestor Filho disse...

Gostaria que alguém comenta-se esse link, pois achei estranho essas fotos!
http://www.midiailluminati.com/2012/10/stonehenge-e-uma-fraude.html